Slide

Pesquisar

sábado, 30 de julho de 2016

Netinho

Luiz Franco Thomaz Santos, O Netinho  
5 de abril de 1946, é um músico brasileiro, famoso por ter sido o baterista do conjunto Os Incríveis.
Netinho mudou-se para São Paulo em 1960 e entrou para a banda The Clevers, banda que em 1963 daria origem ao Os Incríveis. Ao seu lado: Mingo – vocal e guitarra / Risonho – guitarra / Manito – Sax e Neno – Baixo (substituído por Nenê em 1965).
Os Incríveis transformou-se em um dos conjunto mais famosos do Brasil, na mesma época dos Beatles e Rolling Stones.
Em 1963, viajou pela Europa acompanhando a cantora Rita Pavone, com quem Netinho manteve um badalado e polêmico romance. 1965 - Os Incríveis retornou ao Brasil para participar no programa Jovem Guarda com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa pela TV Record. Em seguida foi contratado para comandar o programa Os Incríveis pela TV Excelsior. Em 1966 filmou na Europa o filme longa metragem “Os Incríveis Neste Mundo Louco”, onde conheceu sua esposa.
De volta ao Brasil a canção Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones estava fazendo sucesso nacional. Em 1967, o conjunto era líder de audiência na TV Tupi com “Vendedor de Bananas” de Jorge Benjor. 1968 - Viajou para o Japão. Apresentou dezenas de shows e gravou em japonês as músicas “Kokorononiji”, “I Love Tokio” e “Sayonara”.
Em 1970 chegou no topo da parada brasileira com a música “Eu Te Amo Meu Brasil”.
1972 - o grupo se separou.
Netinho montou o Casa das Máquinas, com três LPs pela Som Livre. Os maiores sucessos: “Vou Morar no Ar” e “Casa de Rock”. Em 1980 Netinho criou um selo independente, gravando 2 LPs solo, projeto Amor e Caridade volume 1 e 2.
Netinho, ao lado de Eduardo Araújo, produziu o show Novo de Novo, comemorando 30 anos de Jovem Guarda, com a participação de Wanderléa, Ronnie Von, Golden Boys, Silvinha, Eduardo Araújo, Os Incríveis, Bobby di Carlo, Martinha e Leno e Lílian, superlotou quatro semanas na casa de show Tom Brasil em São Paulo. O Projeto foi gravado ao vivo em 2 CDs.
Gravou com a nova formação dos Incríveis um CD ao vivo em 2001 no teatro Polytheama de São Paulo, lançado em janeiro/2002 pela Warner / Continental, produzido por Netinho e Sandro Haick, seu filho, multi-instrumentista, compositor e produtor.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário