Slide

Pesquisar

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

José Bôto



José Boto Leite Filho
11/3/1945 Rio de Janeiro, RJ
Fez parte de vários grupos no começo da bossa nova, atuando em shows e festas particulares com vários músicos, como Eumir Deodato, Sérgio Barroso, Tenório Jr, Johnny Alf, Cláudio Roditi, Luís Carlos Vinhas e Luís Eça, entre outros.    Em 1962, formou com o pianista Antônio Adolfo o grupo Samba 5, com o qual participou de vários eventos da bossa nova.    Mais tarde, mudou-se com sua família para Brasília. Lá, participou de vários festivais e acompanhou artistas nacionais, como o Tamba Trio, e internacionais, como Michel and Ruff Duo, entre outros, em suas apresentações locais.    Em 1968, retornou ao Rio de Janeiro, participando da peça "Todos amam um homem gordo", de Jô Soares, ao lado de Aluizio Milanez (piano) e Jorge André (baixo). Em seguida, atuou na boate Flag (RJ), como integrante do trio de Luís Carlos Vinhas, e também na casa noturna Number One (RJ). Nessa época, fez parte da banda do compositor Ivan Lins, ao lado de Nivaldo Ornellas (sax), Marcio Montarroyos (trumpete), Fernando Leporace (baixo) e Gabriel Yared (piano).    Em 1974, foi convidado para inaugurar a Via Brasil, a maior casa brasileira de espetáculos da Europa. Para acompanhá-lo convidou a cantora Tânia Maria. Alguns anos mais tarde tornou a repetir o dueto no Olympia, em Paris.   Em 1980, formou o grupo Novos Tempos, com o qual gravou o disco "Chet Baker and the Boto Brazilian Quartet", ao lado do trompetista Chet Baker, seguindo em turnê pela Itália. Ainda com o Novos Tempos, realizou shows de abertura para apresentações de diversos artistas, como Miles Davis, Stan Getz, Gilberto Gil, Djavan, Sarah Vaughan, Oscar Peterson, Astrud Gilberto, Dizzy Gillespie e Michel Camilo, entre outros.    Atuou em gravações com Chico Buarque, MPB-4, Claude Nougaro, Les Étoiles, Luiz Bonfá e Dom Burrows, Fagner, Jean Marc Jaffe e Frederic Silvestre, entre outros.    Depois de 22 anos residindo no exterior, voltou ao Brasil em 1996, dedicando-se à atividade de produtor e empresário, tendo sido responsável pela vinda de Michel Legrand, Sacha Distel e Spanky Wilson para apresentações em nosso país.    Em 2000, remontou sua banda Novos Tempos, com músicos brasileiros, apresentando-se no Mistura Up (RJ). Trabalhou durante vários anos com grupos criados e dirigidos por ele, em Hotéis e em Festivais como: Carlton Hotel(Cannes), Beach Regency(Nice), Meridien Paris Etoile( 5 anos),Vienne Jazz Festival, Strasbourg Jazz Festival, Umbria Jazz Festival,  entre outros.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário